março 14, 2016

Ao Pormenor: Capadócia encantada!

Começando pela História:
Situada na Turquia, na região da Anatólia Central, a Capadócia é uma região magnífica cuja atracção principal são as suas formações rochosas peculiares resultado de fenómenos vulcânicos e posterior erosão. Possui um vasto património histórico e cultural, desde cidades subterrâneas a habitações e igrejas escavadas nas rochas, um conjunto de elementos que não passaram despercebidos à UNESCO que em 1985 declarou o Parque Nacional de Goreme Património Mundial.



A civilização nesta área inóspita começou há milhares de anos quando povos como os Hititas aqui se estabeleceram. Mais tarde outros povos vindos de outras partes do globo por aqui passaram e deixaram a sua marca cultural, o resultado foi uma fusão de culturas e religiões bem distintas. Mas de facto, são as formações geológicas a principal causa que tornou esta região tão famoso por esse mundo afora. As suas paisagens "lunares" estão repletas de formações rochosas de origem calcária e de formatos caprichosos cuja composição macia levou a que o homem a pudesse escavar e trabalhar construindo as suas habitações como ainda hoje se verifica. Este tipo de habitação é conhecido como "Troglodita" e apesar de ser característico na região não é único como muitos podem pensar (na Tunísia tive a oportunidade de conhecer outra habitação do género: ver artigo "Ai é uma casa Troglodita com certeza!".
Devido à sua situação geográfica, a Capadócia viu-se numa encruzilhada de rotas comerciais o que a tornou um alvo apetecível por parte de povos invasores. Para se protegerem dessas invasões os povos locais construíram enormes cidades subterrâneas que seriam o seu refúgio por milhares de anos. Estima-se que as cidades mais velhas tenham mais de 3000 anos e algumas podem e devem ser visitadas como é o caso de Derinkuyu, Kaymakli, Özkonak e Mazi.Durante o período bizantino, algumas dessas  construções foram convertidas em igrejas e decoradas com frescos nas paredes e tetos.

O que fazer:

A capadócia oferece de tudo um pouco e há actividades para todos os gostos. O ideal será ficar o tempo suficiente para não ter de fazer aquelas excursões em pacote que englobam muitas actividades que certamente o deixarão muito cansado e com a sensação de não ter aproveitado absolutamente nada. A actividade mais reconhecida na região é o passeio de balão de ar quente onde, se as condições metereológicas permitirem, o levarão a sobrevoar os pontos mais famosos da região como o "Love Valley" entre outros.

Depois existem algumas agências que oferecem "day tours" que englobam várias actividades como cidades subterrâneas, percursos pedestres nos vales mais famosos como Pigeons Valley, Red and Rose Valley, entre outros. Os pacotes mais famosos são o Red Tour, Green Tour e Blue Tour.

Depois existem muitas outras actividades como passeios a cavalo, quad bik, percursos pedestres e muito mais. Confira aqui mais actividades. 

Quando ir:

A melhor altura será no Verão ou Primavera, pois o Inverno pode trazer temperaturas negativas à região (quando lá estive em Janeiro estavam -14 graus), mas o Inverno pode ser verdadeiramente encantador como provam estas fotos, ora veja lá:
Actualização importante: Penso que nesta altura não é sensato pensar numa viagem para a Turquia com todos os acontecimentos negativos que para lá vão!!










Como ir:

Existem voos diários a partir de Istambul com a Turkish Airlines e Pegasus Airlines para os dois aeroportos da região: Nevsehir e Kayseri. Deverá reservar um transfer para o seu destino final (a pequena Goreme reúne tudo aquilo que precisa) pois o aeroporto ainda fica longe de Goreme e pode ser bastante difícil arranjar transporte já para não falar que a comunicação por estes lados é bastante difícil.
A Turkish Airlines é uma excelente companhia aérea mas os preços por vezes podem ser um pouco elevados, a opção poderá passar pela Pegasus Airlines que pratica preços muito baixos mas em contrapartida é uma péssima companhia aérea. As outras opções incluem autocarro noturno, mas fique a saber desde já que são 700km de distância ou seja 12 horas de viagem, ou comboio para a capital Ankara e depois seguir de autocarro para a Capadócia.

Hotéis:

Nenhuma viagem à região ficaria completa se não se alojasse num dos famosos "Cave Hotel", hotéis esculpidos nas rochas à imagem das construções trogloditas! Tente escolher um hotel genuíno pois alguns são construções modernas o que lhe retira o encanto.
Aqui ficam algumas sugestões. 
Infelizmente não posso dar a minha opinião já que a minha experiência com o Hotel não correu da melhor maneira. O hotel até era simpático mas posteriormente roubaram-me dinheiro do cartão de crédito e foi difícil para resolver a questão. Uma coisa é certa.., não fique no "Lalezar Cave Hotel"!!!

 


Reacções:

0 comentários: